Notícias

Dicas para economizar na festa junina

| Notícias, Publicações

colorful-triangular-bunting-white-wooden-plank_23-2147889733

 

Quando se pensa em festa junina, o que não pode faltar? Comida típica, roupa xadrez e decoração devem entrar na lista, mas saiba que em todos estes itens é possível economizar.

- Use a tecnologia para comparar preços

Além de pesquisar os valores dos produtos pessoalmente, o consumidor pode usar aplicativos para comparar os preços de itens de mercado.

- Faça um planejamento de gastos

Para não se empolgar e pegar mais bandeirinhas do que o necessário, saia de casa com uma lista do que quer comprar, tanto no mercado como em itens de decoração. O ato impede que você compre algo que, no fim das contas, não será tão necessário. Ou seja, evita-se desperdício.

Para se planejar, duas dicas:

1) se estiver organizando a festança, faça uma lista de convidados confirmados;

2) estabeleça um limite financeiro de gastos.

- Compre em grandes quantidades

Tanto para a comida como para itens de decoração, como bandeirinhas, é possível juntar amigos e familiares para comprar grandes quantidades, eventualmente até em atacados. Os produtos podem ser usados para mais de uma festa. É economia certa no bolso!

- Faça a decoração

Se tiver tempo disponível, faça você mesmo a decoração da festa. Na internet, há sites que explicam como montar bandeirinhas, balões decorativos, etc. Com materiais simples de papelaria e reaproveitamento de revistas antigas, por exemplo, é possível criar muitas coisas.

- Customize a roupa

Apesar de na época ser comum achar muitas lojas vendendo roupas típicas, não é preciso investir em uma fantasia. Se tiver uma camiseta xadrez e uma calça mais velha onde possa fazer remendos, você já pode ter sua fantasia gastando pouco. Só vai faltar o chapéu de palha. Se comprá-lo, não esqueça de guardar o acessório para as futuras festas juninas.

Fonte: Guia Bolso

2

Empréstimos – alíquota de IOF será de 0% por 90 dias

A Fusesc informa que, de acordo com o decreto do Governo Federal  Nº 10.305, DE 1º DE ABRIL DE 2020, de 03/04/2020 até 03/07/2020 a alíquota do IOF sobre operações financeiras a pessoas físicas (que atualmente é de 3% ao ano + 0,38% fixo sobre o valor tomado) passará a...

+ LEIA MAIS